segunda-feira, 16 de março de 2009

Transtorno Afetivo Bipolar

O Transtorno Bipolar é o nome da antiga Psicose Maníaco Depressiva.
Suas características principais são:
Alternância de Humor Extremas entre a Euforia ea Depressão, que fogem das variações emocionais normais cotidianas.
O que acontece na Euforia?

Na fase da mania ou euforia:
1- A disposição fica aumentada. Há redução da necessidade de sono, podendo evoluir para insônia;
2- Pode fazer compras desnecessárias, acima da sua possibilidade financeira;
3- Pode haver aumento de interesse sexual (Libido);
4- Pode haver irritação ou tendência a brigas e não raro ocorre aceleração do pensamento com distração fácil;
5- Há pessoas que abusam de álcool e outras drogas.
Em psiquiatria a euforia é denominada mania ou hipomania, de acordo com a maior ou menor duração e intensidade dos sintomas.
O que acontece na fase da depressão?
Na fase Depressiva A Pessoa Pode Apresentar:
1- Sentimento de culpa, baixa auto estima;
2- Tristeza e sensação de vazio; Perda de interesse por atividades que antes gostava.
3- Dificuldade de concentração, dispersão;
4- Sensação de lentidão ou inquietude;
5- Sensação de lentidão, ou inquietude;
6-Deseperança, desamparo;
7- Alterações no sono ( sono excessivo ou insônia) ;Alterações de Apetite ( perda de apetite ou excesso de alimentação).
8-Idéias de suícidio.
Como enfrentar o Transtorno Bipolar?
O que fazer para melhorar?
1- É preciso admitir que está sofrendo de uma doença e precisa ser tratada. A aceitação precisa ser não só racional como também emocional;
2- O tratamento precisa ser feito por médico especialista em psiquiatria;
3- Mesmo depois de iniciar o tratamento médico, é importante persistir e não desanimar; pois o tratamento exige tempo e dedicação.
4- Depois de ajustar o medicamento, você poderá receber ajuda terapêutica, pois o tratamento deve ser feito em paralelo:MEDICAÇÃO + TERAPIAS NÃO FARMACOLÒGICAS.
5- É Preciso Perseverar e Acreditar na melhora.
Aos Familiares.
Aos familiares de portadores de Transtorno Bipolar:
1- Admita que você e o seu familiar, precisam de socorro;
2- Procure ajuda inicialmente para você;
3- Procure ajuda especializada.
4- Com o tempo você aprende uma forma diferente de auxiliá-lo;
5- Mesmo que seu familiar não queira auxílio , não desista!
Dicas
Algumas dicas para viver melhor apesar do transtorno mental:
1- Busque uma atividade física, para manter bem equilibrada sua energia;
2-Alimente-se bem procurando obter nutrientes que mantenham a boa saúde;
3- Cultive uma atividade, quer seja através da arte, leitura, religião ou filosofia. Isso ajuda ás pessoas a superarem dificuldades e encontrar novos talentos e valores;
4- Cultive a auto-estima. Você merece ficar bem. Perdoe-se por eventuais erros do passado.
5- Acredite em você . Apesar de sofrer com o transtorno bipolar,
você é maior do que a doença e poderá superá-la!
Informações retiradas do folheto produzido pela Sociedade Fênix- Associação Pró Saúde Mental.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário